A POLUIÇÃO DA NOSSA ETAR




( clique na imagem para a ver maior)


As fotografias que acima publico, por gentileza do Carlos Tiago, ilustram a desgraça a que chegaram as descargas poluentes da estação de tratamento de esgotos, que parece não atingir o fim para que foi instalada, apesar de nela se haverem ocupado recursos que, pelo visto, talvez houvessem sido mais úteis noutro sector.
Lutou-se para que nos facultassem o equipamento, estudaram-se os vários tipos existentes, decidiu-se que este seria o indicado pela experiência de outros locais e agora assistimos constantemente a situações deste tipo? Mesmo que a escolha tivesse falhado não tem sido possível remediar a situação? A que conclusões terá chegado a comissão de acompanhamento que recentemente se formou?
Uma conclusão já nós, povo anónimo, estamos tirando, não há entre nós competência técnica nem vontade política para solucionar o problema. Então procure-se, com urgência, quem possa resolver a questão. Não vamos pensar que quem quiser vir visitar a reserva da biosfera tenha que atravessar um mar de porcaria como este. Mas o incómodo odorífero dos senhores visitantes será passageiro e para os praticantes de surf é uma questão de banho, para os ecossistemas costeiros será uma desgraça mais permanente e que vai afectar a economia local. É que a mancha de espuma poluente de que falo chegou à ponta da Papôa.

Comentários

  1. Boa tarde, é com muito agrado que encontro este blog pois, embora não seja oriunda desta terra, é com muita satisfação que aqui trabalho e partilho dos mesmos desejos de ver esta terra mais desenvolvida e ainda mais bonita. Força

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.