Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2009

TEIMAMOS EM CONTINUAR ISOLADOS

Ao passarmos pela zona da lagoa de Óbidos deparamo-nos com a abertura de vias de acesso, por parte da sua Câmara, para circulação dos milhares de pessoas que virão a utilizar os variados complexos turísticos que ali se estão a implantar.
Todas estas pessoas têm necessidade de ocupar os seus tempos livres, procurando, naturalmente, as áreas vizinhas.
Nós, que temos na nossa terra motivos de atracção para muitos dos utentes daqueles complexos, não teremos a obrigação de criar meios de ligação com interesse turístico?
Dizem-nos, certamente, que quem quiser vir ao nosso concelho que venha pelo IP6, será pretender ter tudo sem nada fazer.
Porque não se abre a ligação entre o Béltico e Casais do Baleal através da zona do Moinho Velho, será que continuamos com a mentalidade de que quem tem que a abrir são os donos do empreendimento?
Já agora lembro a necessidade de fazer o mesmo entre a Consolação e Paimogo.

ACONTECEU CULTURA

Imagem
Tivemos a felicidade de assistir ao lançamento de mais um livro desse "Penicheiro/Ribatejano" cujo conteúdo, todo ele fortemente influenciado pelo mar e amor que sente pela nossa terra, é a demonstração disso mesmo. Chamou-lhe NAU DOS CORVOS, recordando-se, talvez, das horas que teve para contemplar o rochedo quando a sua saúde o obrigou a estacionar longo tempo no Cruzeiro dos Remédios, rodeado de gaivotas e assediado pela brisa do oceano. Os nossos parabéns ao Snr. Dr. Mariano Calado pela obra e a nossa gratidão pela, volto a dizê-lo, demonstração de amor à nossa/sua Terra.