PORQUE SOU ROTÁRIO?

(Clique na imagem para a aumentar)

O meu clube, o Rotary Club de Peniche, é proprietário de um Centro de Férias, que construiu há já 22 anos, onde proporciona alojamento a 23 pessoas para usufruto de um período de férias. Os seus utentes são, por norma, indivíduos de baixa condição social, que para aqui são conduzidos por entidades que têm por missão a satisfação das suas carências, normalmente enquadradas pela acção dos clubes rotários espalhados pelo país. Os seus utentes contam-se entre crianças de tenra idade até idosos e deficientes.


Feito este enquadramento, passemos ao verdadeiro conteúdo deste escrito que passa pela apreciação do quadro que acima reproduzimos. Esta apreciação deverá basear-se na parte escrita do mesmo, que traduz o que sentiram alguns elementos de um grupo com origem em bairro pobre dos arredores da cidade de Amadora e que para aqui vieram acompanhados pelo Rotary Clube local, sob a orientação da minha Companheira Manuela Branco, é assim que nos tratamos entre rotários.

Cada vez que leio este conteúdo, e acreditem que o fiz muitas vezes, obtenho a resposta cabal à pergunta que constitui o título deste escrito – PORQUE SOU ROTÁRIO?

Comentários