HOSPITAL DE ALCOBAÇA VAI TER CIRURGIA DE AMBULATÓRIO


O hospital de Alcobaça, integrado no CHON como o nosso hospital, tem boas notícias que abaixo reproduzo em parte:


"O centro Hospitalar Oeste Norte inaugura, na segunda-feira, uma unidade de cirurgia ambulatória no hospital de Alcobaça que vai permitir diminuir as listas de espera e libertar o bloco operatório do hospital das Caldas da Rainha. A nova unidade de cirurgia ambulatória visa, "numa primeira fase, dar resposta às especialidades de Cirurgia Geral, Urologia e Ortopedia e deverá em breve ser alargada à ginecologia/obstetrícia", disse à Lusa Carlos Sá, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Oeste Norte (CHON), que integra os hospitais de Caldas da Rainha, Alcobaça e Peniche. Após o alargamento à ginecologia, passarão a ser feitas no hospital de Caldas da Rainha apenas as cirurgias de ambulatório [aquela cuja permanência no hospital não ultrapassa as 23 horas] das especialidades de oftalmologia, "devido à grande dimensão dos equipamentos necessários" e de pediatria, "porque uma vez o hospital de Alcobaça não tem esta especialidade não faria sentido transferir as pequenas cirurgias", explicou Carlos Sá. A nova valência resulta de um investimento de 50 mil euros, aplicados na realização de obras e aquisição de equipamento. De acordo com uma informação divulgada pelo CHON, a abertura do novo serviço integra-se numa estratégia de descentralização de actividades" ao nível de todos o centro hospitalar, com o objcetivo de " rentabilizar os recursos técnicos e humanos existentes e proporcionar uma resposta integrada da capacidade assistencial aos 220 mil utentes que serve".

Continuamos a aguardar notícias acerca da situação do nosso hospital .

Comentários

  1. AH! Pois! As "maquinetas" que já foram do nosso Hospital, estão agora em Alcobaça. Realmente temos muito pouco peso politico no distrito. Uma Câmara que se diz ao lado da população...tem defendido muito pouco a mesma. Uma cidade que trabalha 24 horas por dia, está mal servida, em termos de saúde. Nós deixamos! Temos um Presidente de Câmara, preocupado com "as ondas", independentemente do valor que as mesmas possam ter..turisticamente, que nos vai "tratando da saúde", tirando-a. A politica, melhor dizendo, os politicos, cada vez me vão desiludindo mais. Não era grave a disilusão politica se esta não interferisse com o bem estar ou a saúde das populações.
    "Um Homem não pode fazer o certo numa área da vida, enquanto está ocupado a fazer o errado na outra. A vida é um todo indivisivel" ( penso que é uma frase de Mahatma Gandhi).
    Um Abraço, caro João

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.