PARABÉNS AO FILIPE GARCIA


Os azuleijos acima apresentados faziam parte de um velho armazém, entretanto demolido e que originou um novo edifício cujo proprietário é o dono do restaurante/residencial POPULAR, na antiga Ribeira. Antes da demolição do velho edifício preocupei-me, como consta de publicação anterior , que os mesmos fossem preservados, tendo para isso feito diligências junto de responsável do nosso museu. Quando dei pela demolição fiquei triste pensando que teria sido mais uma marca do passado que desaparecera. Tive, no entanto, a felicidade de constatar que o meu amigo Filipe, vendo que ninguém se interessara pela preservação, apesar de também ter feito diligência nesse sentido, tomou a iniciativa de manter o painel no novo edifício. Já o abracei pessoalmente e aqui expresso a minha admiração pelo facto.

Comentários

  1. Boa noite,

    Autoriza que utilizemos no Facebook do Peniche Online essa imagem do Azulejo no album criado para o efeito?

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. O painel de azulejos foi bem aproveitado. Pena é que o edifício onde está colocado, em termos arquitectónicos, seja um atentado à Avenida do Mar, assim como ao restante casco histórico de Peniche, de um modo geral. Basta falar no revestimento e na cor. nem é preciso pegar em mais argumentos para justificar tão evidente dissonância com a traça tradicional da maioria dos edifícios (até dos mais recentes) que faz sentido manter e recuperar naquela artéria da cidade.

    Jorge Gomes R. Almeida

    ResponderEliminar
  3. A preservação do azulejo por parte do proprietário foi uma atitude muito louvável em prol da memória e tradição da comunidade penicheira.
    Para mim é sobretudo um exemplo para sermos nós próprios a intervir segundo a nossa consciência e a não ficarmos à espera das autoridades (in)competentes.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.