QUANDO O TREÇOLHO PASSA PARA O NOSSO OLHO, JÁ DOI!



A propósito da reestruturação hospitalar, está a levantar-se uma onda de protestos para o lado das Caldas.
Enquanto a situação se colocava em relação ao hospital de Peniche trabalhou-se no escuro a ver se as coisas se resolviam sem que os visados soubessem ou levantassem grandes problemas, como aconteceu, agora que a reestruturação, então tão defendida, chegou ao hospital das Caldas, já toda a gente tem dores e armam em revolucionários. A coerência é uma coisa que, tal como o treçolho, às vezes não convém. Enfim, aqui por Peniche estamos na bancada.

Comentários