Mais de 20 hospitais públicos vão perder serviços




Mais de 20 hospitais públicos vão perder serviços aos doentes e apenas cinco vão ganhar novas valências. Isto se o Ministro da Saúde aceitar as recomendações da Carta Hospitalar escrita pela Entidade Reguladora da Saúde, hoje divulgada.

No caso da medicina interna, a entidade reguladora aconselha a que esta especialidade seja menos de interna e mais ambulatória, entenda-se consultas e centros de saúde. Os hospitais de S. João da Madeira, Régua, Ovar e Peniche perdem este serviço.
Em relação à medicina interna, a ERS considera que "todas as unidades hospitalares gerais que atualmente têm medicina interna deverão manter a especialidade com exceção" dos hospitais de São João da Madeira, Dom Luís -- Peso da Régua, Dr Francisco Zagalo -- Ovar e São Pedro Gonçalves Telmo -- Peniche.

Comentários