MONITORIZAÇÃO DO LITORAL




O novo Plano de Ação de Proteção e Valorização do Litoral (PAPVL) a aplicar até 2015 prevê 303 ações, das quais 153 serão de prioridades máxima e elevada, e um investimento global superior a 400 milhões de euros.
Igualmente na defesa costeira, mas na região centro, deverão realizar-se cinco intervenções, entre Ovar (praias da Cortegaça, Furadouro e Esmoriz), Ílhavo (praia da Barra), Leiria (praia do Pedrógão) e Figueira da Foz (Cova), que no total ascendem a 6,3 milhões de euros.
O grosso destas intervenções, de prioridade máxima, está concentrado na zona do Tejo, com oito obras de defesa costeira que vão custar 14,960 milhões de euros.
Deverão decorrer na Marinha Grande (São Pedro de Moel), Peniche (arriba da ponta da consolação e praia de São Bernardino), Lourinhã, Mafra (praia do Sul e Azenhas do Mar), Sintra e Almada.
Nota - Até 2015 está tudo dito, entretanto o nosso cordão dunar talvez vá resistindo às investidas, pelo menos na praia de Peniche de  Cima já foi feita uma importante intervenção!!!

Comentários