NÃO, NÃO SÃO!




Se o leitor pensa que as imagens supra são no Bangladeche, sem desprimor para o país, estão enganados, elas representam uma salvaguarda da integridade física de quem visita a nossa Papôa.
Não sei de quem foi a autoria, há mais de um ano. Se foi um particular louvo o seu cuidado, porém, não posso louvar a paciência da nossa Câmara, no seu todo, porque todos estão a fazer a mesma figura.
O que passará pela cabeça das pessoas que por ali passam? Sei o que passou pela minha e já basta.

Resolvam esta situação de imediato, para bem da figura que, todos nós, penicheiros, estamos a fazer.

Comentários