OS ALHOS E OS BUGALHOS



Gostava que alguém esclarecesse a minha curta capacidade de compreensão, demonstrando-me o que se pretende com o protocolo estabelecido na deliberação camarária que a seguir transcrevo na íntegra, apesar de extensa.
Será que a marca passou a ser Peniche Capital da Onda – Rip Surf – Artigos de Desporto, Unipessoal, Lda.?
Será que ficamos agarrados à possibilidade de apoio de um único patrocinador?
Será que as ondas foram criadas pelos eventos, ou os eventos existiram porque havia ondas?
Será que foi só Peniche que tirou partido dos eventos efectuados e que a empresa teve prejuízos de molde a justificar esta mistura de “alhos com bugalhos”?

A deliberação:
CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE * Ata da reunião de 21.12.2015 * Livro 106 * Fl.851
Deliberação n.º 1751/2015: Deliberado aprovar a proposta do senhor Presidente da Câmara, datada de 17 de dezembro de 2015, que a seguir se transcreve e de que se arquiva cópia do original em pasta anexa ao livro de atas:
 A senhora Vereadora Cristina Leitão já não estava presente na Sala de Sessões aquando a apreciação e votação deste assunto. (Doc.772 NIPG 19282/15).
6) Protocolo para a criação de condições para continuar o desenvolvimento de ações que permitam fomentar e afirmar a marca Peniche Capital da Onda – Rip Surf – Artigos de Desporto, Unipessoal, L.da:
«Considerando que:
• O Município de Peniche tem vindo a apostar na marca “Peniche – Capital da Onda” como fator distintivo do seu território, associando uma dupla dimensão da onda, desporto e energia, e que esta designação pretende sobretudo afirmar Peniche no contexto nacional e internacional legitimamente sustentada nas suas características naturais, potencialidades e oportunidades que existem no concelho;
• Que a Rip Curl tem sido parceira na realização de eventos relacionados com o Surf, com uma presença comercial estável no território de Peniche e com efeito dinamizador na promoção do surf como modalidade desportiva de referência em Peniche, e que reconhece todo o trabalho desenvolvido pelo Município de Peniche pela promoção dos desportos de deslize nas ondas;
• Que a Rip Curl tem todo o interesse que Peniche, enquanto Capital da Onda possa ser um fator alavancador para a sua atividade, quer em termos de negócio, quer em termos do desenvolvimento dos desportos da onda, mas sobretudo, no que diz respeito à sua responsabilidade social, enquanto agente económico e social nesta área;

Proponho, nos termos previstos na alínea j) e t) do n.º 1 do artigo 33.º do Anexo I à Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, a celebração de um protocolo entre o Município de Peniche e a RIP SURF - ARTIGOS DE DESPORTO, UNIPESSOAL LDA, representante da marca Rip Curl em Portugal, que tem como objetivo a criação de condições para continuar o desenvolvimento de ações que permitam fomentar e afirmar a marca – Peniche Capital da Onda.»

Comentários

Enviar um comentário

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.