Mensagens


O ABANDONADO ESTALEIRO DA OBRA DA NOSSA BIBLIOTECA

Imagem
Já lá vão mais de quinze anos que a situação desta obra está por resolver. Quando é preciso, aliás, quando interessa ao Partido Comunista, aparece o dinheiro que é preciso, pelo menos em anúncio, para a conclusão da nossa biblioteca é um problema, os orçamentos são curtos, a evolução educativa do povo talvez não convenha, enfim, é uma vergonha.
Nesta época que se aproxima, com o acto eleitoral à porta, é natural que alguns, mesmo aqueles que mantiveram o encalhe deste navio naufragado, venham, agora, dizer que desta vez é que vai, para alguns já será a terceira e para outros por lá anda.
Não será brincar demais com a dignidade de todos nós? Não haverá vergonha na cara desta gente? Quanto dinheiro tem sido atirado à rua com estes desmazelos?

SÓ A VERDADE O PODE JUSTIFICAR

Imagem
As fotos que publico representam o que fisicamente constatei que aconteceu em Fátima durante a comemoração do centenário da APARIÇÃO DA VIRGEM MARIA AOS TRÊS PASTORINHOS.
O recinto do santuário, aquela esplanada imensa totalmente apinhada de gente, em que a multidão transbordou ocupando o espaço envolvente da Igreja da Santíssima Trindade.
1917 – 2017, cem anos passados e, para além da indiscritível manifestação de vitalidade dos crentes presentes, dá para perceber que só uma força muito especial pode provocar tal realidade  –                A VERDADE.
Só usando a verdade é possível ultrapassar 100 anos em pujança.
Sem ela fica-se pelo caminho, como está acontecendo a outros.



A NOSSA FORTALEZA E A VERGONHOSA ATITUDE DE ALGUNS “penicheiros”

Imagem
Corria o ano de 1984 quando, após imensas sessões da Assembleia Municipal, de que eu fazia parte, onde era focado, muitas vezes, o assunto da futura utilização da fortaleza, foi deliberada a constituição de uma comissão para, através da auscultação do maior número possível de entidades e pessoas, se concluísse uma proposta que servisse de base à constituição de um regulamento orientador da utilização da nossa fortaleza, ao serviço da cidade. Eu, fui um dos elementos indicados pelo Partido Social Democrata. A actividade desta comissão foi, constantemente, boicotada, até pelos elementos que a constituíam, em especial os do Partido Comunista, que funcionaram como meros auscultadores do que se decidia, para logo aparecerem outros elementos do mesmo partido a desencadear acções tendentes a contrariar o que se planeara, utilizando até a imprensa escrita nacional. Foram largos meses em que a persistência da maioria dos elementos da comissão era posta à prova por estas acções. Apesar de tudo foi …

NÃO É PRECISO MAIS, JÁ SE VÊ!

Imagem
Como escrevi em 21 de Fevereiro, está consumada a vontade do Partido Comunista, sempre com a traição conivente dos do costume.
Não era de esperar outra coisa, não há dinheiro para dar volta a esta terra, que está cada vez mais a afundar, mas para fazer a vontade ao partido abrem-se todas as portas. A nossa fortaleza vai continuar como feudo dos mesmos senhores muito para além dos quarenta anos que foi feudo do estado novo.
E então penicheiros, bons amigos da sua terra, o nosso representante na comissão concretizou a vossa vontade, que mais não seja, pelo comodismo.
Que tristeza!
Têm aqui o caminho para se certificarem: http://observador.pt/2017/04/17/governo-exclui-hotel-e-avanca-para-museu-na-fortaleza-de-peniche/

AS ELEIÇÕES

Imagem
É suposto que sejam uma forma de escolha democrática em que alguns defensores de determinadas causas se expõem ao veredicto dos eleitores, apresentando, transparentemente e empenhando nisso a sua honra, os objectivos que pretendem atingir para resolução do que pensam ser as carências das pessoas e das localidades, de quem reclamam apoio através do voto.
O votante, detentor do voto reclamado, deveria pensar em entregá-lo depois de, em consciência estar convencido de que o seu escolhido será suficientemente honrado para ser digno do elemento mais decisivo da sua vida.
Para isso precisa de estar preparado para saber separar as boas das más intenções, precisa conhecer o que são as pessoas no seu dia a dia, terá que ter a recordação do que essa mesma pessoa já ofereceu anteriormente e o que, na verdade, praticou, tem que pensar que não está perante a concretização de mais um jogo de futebol, que se perde numa semana e se fica na esperança de ganhar na próxima, este jogo é o da vida das pe…

ABALADA DA PRAIA DOS CÃES

Imagem
A abalada da praia dos cães, que nada tem a ver com a “Balada da Praia dos Cães de José Cardoso Pires”, refere-se à praia dos cães que parece ter abalado por completo, embora por lá tenham subsistido uns restos a enferrujar, nomeadamente uma excelente estrutura de bancada. 
Passado mais um acto folclórico para gerar fotografias para a imprensa, sempre disponível para dar cobertura a estas idiotices, regressamos à normalidade da nossa praia do Porto da Areia Norte, como era de esperar.
Agora ficamos a aguardar que volte cá mais um idiota, digo eu, secretário de estado com mais uma brilhante ideia, que nós, penicheiros, cá estaremos, sempre disponíveis, para pagar mais uma festa.
Ao que parece o uso da praia era muito duro para os donos dos utentes, que eram inseparáveis dos seus possuídos pelo uso obrigatório de trela e, dada a ausência de qualquer instalação sanitária, se viam obrigados a alçar a perna sempre que a necessidade apertava, coisas não previstas.

ANO DE 2017 - A SITUAÇÃO A QUE CHEGOU A MINHA TERRA

Imagem
A minha terra tem vindo a perder potencial económico, desde logo perdendo importância como porto de pesca, passando de 2º (às vezes 1º) a nível nacional para 6º.
Culturalmente temos decaído comparativamente com os concelhos vizinhos.
As obras que se preconizavam como fulcrais para o desenvolvimento local, ou não se concretizam ou, quando acontecem ficam incompletas ou com alterações que lhe alteram o sentido inicial.
Transformamo-nos numa localidade desordenada, imunda e sem motivos de atracção de gente que possa contribuir para o seu desenvolvimento.
A orientação política reinante é o que se considera alinhar por baixo, colocando interesses partidários e pessoais à frente dos da nossa cidade.
Todo este panorama implica uma descrença da população, que não reage e se entrega acomodaticiamente ao deixa andar para onde é conduzida, face ao folclore e efeitos propagandísticos de quem nos tem governado.
Será que vamos continuar nesta senda de gente amorfa, sem o mínimo interesse por t…

SE FOR PRECISO MAIS, A SEGUIR SE VERÁ

Imagem
Depois do que tenho dito sobre esta matéria e todos os acontecimentos já passados, incluo  um texto, publicado na imprensa diária, que constitui mais uma sessão da novela que está a ser urdida para levar a água ao moinho do Partido Comunista. Vocês Penicheiros, continuem como meros espectadores e depois lamentem-se de que esta Terra não chega a lado nenhum. CONTINUO A DIZER QUE ISTO SÓ LÁ VAI COM ACÇÃO, DEIXEM-SE DE COMODISMOS Partidos fora do grupo de trabalho que estuda soluções para Fortaleza de Peniche 20/2/2017, 18:08
As forças políticas locais de Peniche ficaram excluídas do grupo consultivo criado pelo Ministério da Cultura para definir soluções futuras para a Fortaleza de Peniche. Partilhe Autor Agência Lusa Mais sobre PENICHE PAÍS As forças políticas locais de Peniche ficaram excluídas do grupo consultivo criado pelo Ministério da Cultura para definir soluções futuras para a Fortaleza de Peniche, disseram esta segunda-feira os vereadores do PS e PSD na câmara municipal. O vereador do P…

AOS OITENTA ANOS

Imagem
Quando se chega a esta idade, para além de nos darmos por felizes por aqui chegar, ganhamos uma certa distância sobre tudo o que nos rodeia e vamo-nos apercebendo de situações, actuais e passadas, que nos levam a ver o mundo com outros olhos, ou melhor, os olhos são os mesmos, mas as lentes dos óculos tornam-se mais claras, as imagens que focam são mais nítidas, porque há mais tempo para as fixar.
Então, apercebemo-nos de situações que nos deixam abismados e, por vezes, até indignados. Concluímos que, eivados de boa fé, embarcamos em determinados “cantos de sereias”, fizemos de escadote para alcandorar alguns imbecis a determinados lugares, tomamos posições desinteressadas que acabam por ser aproveitadas, desonestamente, por terceiros, tudo o que vimos fazer, à nossa volta, foi sempre no sentido de ser atingido o interesse de alguém e nunca o objectivo que se evoca, o colectivo.
Resta-nos o descanso de consciência de que não o fizemos por conivência com a desonestidade, mas sempre f…

UMA REFLEXÃO

Imagem
Quando se passam décadas a ser governados por gente que se faz eleger na base de promessas que, a partir do dia da eleição, não mais são cumpridas e até, em muitos casos, se faz exactamente o contrário. Quando, durante a prática dos mandatos, se compensam as amizades com favores que prejudicam a colectividade. Quando os nossos eleitos, após o acto eleitoral, passam a desconhecer os eleitores e não se preocupam em dar satisfação dos actos que praticam, actuando como donos da quinta cuja administração lhes foi confiada. Quando, deliberadamente, os interesses do colectivo são renegados a favor dos partidários. Quando a imprensa em geral abandona o seu dever de defesa e esclarecimento da verdade e envereda por pôr em prática a propaganda, através de meia dúzia de medíocres pensadores, dos interesses de alguns em detrimento do interesse colectivo.
Não vejo, sinceramente não vejo qual é a admiração que o Povo Americano tenha feito a escolha que fez e agora se augura para França. É que, qua…

AINDA A FORTALEZA

Imagem
Ao ponderar o empenho de alguns nossos autarcas no que respeita à preservação da memória, que já existe no local próprio e suficientemente elucidativo, perturba-me o facto de estes responsáveis político/politiqueiros, não se inquietarem com o facto de haverem desaparecido da nossa cidade, muito por inépcia que lhes pode ser atribuída, todos os locais de cultura de que chegamos a dispor.
Foram as salas de cinema, as nossas colectividades estão em decadência e em dificuldades de sobrevivência, temos um edifício que, destinado à instalação de uma biblioteca, parece a memória de uma ruína romana, o pomposamente denominado auditório municipal é o que todos conhecemos.
No meio da ânsia de concretizar as ordens superiores recebidas, até se esquecem que a nossa Fortaleza seria o local predestinado para a instalação de um verdadeiro AUDITÓRIO MUNICIPAL, preservando assim a possibilidade de dar corpo à nossa memória e cultura próprias.

A menos que a política de esvaziamento daquele local leve,…

Diversificação - chave para as comunidades resilientes de pesca

Imagem
Encontro: 14 de janeiro de 2017 Fonte: Universidade de Washington Resumo: As comunidades de pescadores podem sobreviver, e até mesmo prosperar, à medida que a abundância de peixes e os preços de mercado mudam se conseguirem capturar uma variedade de espécies e migrarem com agilidade de uma pescaria para outra, segundo um novo estudo. Artigo completo em: https://www.sciencedaily.com/releases/2017/01/170114110443.htm?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+sciencedaily%2Fplants_animals%2Ffisheries+%28Fisheries+News+--+ScienceDaily%29 As receitas médias dos principais tipos de pesca no Alasca entre 1980 e 2013, agregadas por área de censo ou bairro. O tamanho do círculo reflete os ganhos anuais médios da pesca. Crédito: Universidade de Washington
NOTA PESSOAL – Sempre que se alteram as vidas das pessoas, como das comunidades, há que procurar formas de saída. Peniche não pode continuar à espera que venha um salvador. A menos que continuemos a ser lacaios dos que vêm usar…

FORTALEZA – UMA QUESTÃO DE CIDADANIA

Imagem
Voltando à abordagem do tema “A NOSSA FORTALEZA”, e pensando que nunca será demais continuar o combate pela sua posse por parte dos Penicheiros, entendendo-se como tal os naturais do concelho e todos os que aqui labutam no seu dia-a-dia, lembro ao Povo da Minha Terra que este assunto não é uma questão política mas sim uma questão de cidadania, é, portanto, um direito e um dever de todos nós lutar por reaver aquilo que, há oitenta anos, nos foi usurpado, outros diriam roubado, por estranhos à nossa cidade e contrariando o que seria a vontade dos nossos antepassados e, tenho a certeza, aquilo que será a dos nossos vindouros.
Alguém tem que travar a batalha no momento próprio, se quisermos que os que se nos vão seguir se orgulhem dos seus antepassados.
Convém não nos deixarmos embalar por conversa mole para adormecer parolo.
Volto à máxima já anteriormente repetida:
VAMOS ENCHER A NOSSA FORTALEZA DE PENICHEIROS
Ultimamente, neste blogue e sobre o assunto: https://peniche-minhaterra.blogspo…

É NATAL

Imagem
Nesta época reflexiva para todos nós, também dediquei algum do meu tempo a ponderar o que tem sido dito através deste meu blogue. 
Entendo que é evidente o motor de toda esta ansiedade em transmitir o que, por vezes, me vai na alma, o amor que tenho à minha terra. 
Reconheço o ardor que coloco em muitos dos meus escritos, porém, ele deve-se mais à consideração em que tenho a minha terra do que pretender atingir quem quer que seja, sem prescindir da minha crítica quando entendo oportuna.
Aos que têm a bondade de ir seguindo aquilo que chamarei de minhas reflexões, tanto em atitude de apoio, como em sentido crítico, deixo a minha gratidão.
E como aos 80 anos não é altura de se mudar nada, continuarei na mesma linha de expressão.
A todos vós, do coração, desejo:
UM FELIZ NATAL

EVOCAÇÃO DOS 500 ANOS - FREGUESIA DE SANTA MARIA DA AJUDA

Imagem
Da sessão evocativa dos 500 anos da constituição da Freguesia de Santa Maria da Ajuda constou a Missa Comemorativa, o descerramento da Lápide e um concerto de música da época a cargo do grupo Vox Angelis, que brindou a assistência com uma actuação de elevadíssimo nível.

OS QUASE QUINHENTOS ANOS DA FREGUESIA DA AJUDA

Imagem
Perfazem hoje, 12 de Dezembro, quinhentos anos que a Freguesia da Ajuda, então Freguesia de Santa Maria da Ajuda, deixou de estar sob a alçada da Freguesia de São Leonardo. Quiseram os homens que após quatrocentos e muitos anos a freguesia onde nasci fosse integrada numa outra, a Freguesia de Peniche. Vontades políticas assim o determinaram e, penso eu, que a ânsia do laicismo exacerbado, ou a vontade de agradar a todos, determinou que o novo nome passasse a ser Freguesia de Peniche. Não discordo, nem concordo em absoluto, do nome escolhido, mas entendo que não foram ponderados aspectos históricos que, quanto a mim, deveriam ter sido pensados, a menos que o tal laicismo exacerbado se tenha sobreposto à história, que, ao que parece, é passado e não há que ligar importância. É que a Freguesia da Ajuda foi sempre a Matriz da cidade, também foi implantada no local que primeiro se designou por Peniche, foi, portanto deste local que saiu a vontade de independência em relação à Freguesia de…

PENICHE – MINHA TERRA

Imagem
PENICHE – MINHA TERRA NESTA ÉPOCA NATALÍCIA DESEJO QUE DEUS SE LEMBRE DE TI E TE ILUMINE NO SENTIDO DE SAIR DAS TREVAS EM QUE TENS VIVIDO

ONDE COMEÇA O CANHÃO DA NAZARÉ

Imagem
É toda esta profundeza, aqui mesmo à nossa frente, que nós não desejaríamos ver contaminada, para acrescentar riqueza ao pecúlio de alguns. Tudo isto representa um interesse estratégico para a actividade da pesca que nós ainda não soubemos explorar.

EU TIVE UM SONHO!

Imagem
Quando vi anunciado que tinha vindo à nossa fortaleza, na nossa terra, um grupo de arrebanhados a fazer a exigência, e a conseguir que a lei da entrega dos imóveis do estado à acessibilidade da exploração e beneficiação por privados fosse alterada, pensei, é desta vez que os Penicheiros vão reagir.
Então nessa noite sonhei que, numa manhã soalheira de Domingo o Povo de Peniche se tinha dirigido em massa à sua fortaleza, sem bandeiras de partidos, sem palavras de ordem, sem comissões organizadoras, sem a participação das entidades locais e, muito mais, sem discursos inflamados dos habituais políticos, preenchendo todo o seu terreiro em ambiente de festa e boa disposição, mas assinando um documento reivindicativo com a exigência de os políticos responsáveis, todos, se aplicarem no regresso da anterior versão da lei. Depois de forma organizada e ordeira, como corolário deste dia de festa, tinham formado um cordão humano a abraçar a sua fortaleza.
 E eu que nos meus 80 anos nunca vi a fo…

VAMOS ENCHER A FORTALEZA DE PENICHEIROS

Imagem
“Caros Amigos,
Temos de nos mobilizar pela defesa de um novo tempo para a Fortaleza. 
A mistificação que está em curso tem de ser denunciada. É inaceitável termos o Presidente e o Vice-Presidente da Câmara a dizer uma coisa na Câmara, na comunicação social e no Facebook e a emitir comunicados partidários em sentido contrário (“valoriza a decisão do Governo do PS de retirar o Forte de Peniche da lista de monumentos a concessionar”) para agradar à direcção nacional do PCP. 
Temos de ser claros e acabar com as duplicidades, de querer agradar ao partido nacional e aos eleitores locais. A nossa obrigação é com a população de Peniche. Estou absolutamente convicto de que a esmagadora maioria quer que a Fortaleza ganhe uma nova vida e deixe de ser – pelo seu abandono – um espaço indigno de todas as memórias. 

Convido-vos, por isso, a assinar esta petição:
http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT83662
Filipe Sales”
O texto que reproduzo convida à subscrição de petição pela NOSSA FORTALEZA, o que já…