O PLÁSTICO E A POLUIÇÃO DOS OCEANOS

Todos os que navegam com alguma regularidade têm a noção da elevada poluição motivada pela existência de grandes quantidades de plástico a boiar no oceano.


Uma boa parte tem origem na má prática de muitos dos que utilizam o mar e são estes, também, uma das principais vítimas da situação através dos inúmeros acidentes que provoca.

Será preciso uma mudança de mentalidade de quem usa o mar, quer como meio de governar a vida, quer como meio de lazer, no sentido de evitar que se continue a deixar no mar o plástico de que já não necessitamos e, indo mais longe:

TRAZER PARA TERRA TODO O PLÁSTICO QUE ENCONTRARMOS

Esta situação está a preocupar os responsáveis da Comissão Europeia, como podemos observar nas notas que reproduzo e foram publicadas no sítio dos PORTOS DE PORTUGAL.

“> Comissão Europeia quer promover pesca de plástico no Mar

(Foto do sítio Portos de Portugal)

A comissária europeia das pescas, a grega Maria Damanaki, quer que os pescadores inactivos sejam mobilizados para a recolha dos milhares de embalagens plásticas que poluem o mar. A solução aproveitaria a experiência acumulada dos marinheiros para descontaminar os oceanos, garantindo-lhes uma actividade remunerada nos meses de baixa actividade, em que não podem pescar. Também os pescadores desempregados poderão ser mobilizados para esta iniciativa.



> Plástico forma ilhas de poluição nos oceanos

(Foto do sítio Portos de Portugal)

Foi feito para durar e revolucionou a indústria no século XX. Resistente, versátil, prático e barato, o plástico em poucos anos mudou os padrões de consumo e comportamento da Humanidade, invadindo quase todos os aspectos das nossas vidas, da alimentação à higiene, do transporte ao vestuário, do trabalho ao lazer. Mas esta revolução já começa a cobrar a sua conta ambiental, menos de 100 anos volvidos sobre a explosão do seu uso, no esforço de guerra dos anos 40 do século passado.”

Comentários

  1. Posso usar sua imagem pra divulgar tbm?pra que todos possam ver o mal que nos cerca.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.