A MINHA PALMEIRA





Como anunciei em escrito anterior, a minha palmeira, que foi fortemente atacada pelo escaravelho vermelho, foi salva graças ao interesse que coloquei no seu salvamento e às indicações colhidas em elementos publicados pelo Ministério da Agricultura e Pescas no ano de 2013 e distribuídos pelos organismos públicos.

E não se trata de situação fortuita porque, como também já referi, há uma segunda cujo dono seguiu o mesmo tipo de tratamento e lá está cheia de ramos novos.

Portanto tratamento existe, com custos inferiores a 100 €, as indicações também sempre existiram mas, o que falta, muitas vezes, é o interesse em resolver os problemas que se colocam.

Por isso Peniche já perdeu umas dezenas de palmeiras e, pelo que se vê, vai continuar a cortar as que ainda resistem.

23 / 06 / 2015.

Comentários