O PROGRESSO PENICHEIRO


Este foi o ordenamento do trânsito no Campo da Tôrre durante o certame Sabores do Mar. Demos uma excelente imagem do que somos a quem nos visitou e valeu a pena os gastos efectuados no arranjo do local. É confrangedor continuarmos a verificar que não há ordem neste reino. Assim vamos caminhando para o título de CAPITAL DA DESORDEM.

A exposição “ PESCA EM PENICHE – 50 anos de rádios, sondas e sonares...”


Aqui está uma mostra de factores que muito ajudaram ao desenvolvimento da nossa cidade. Vale a pena recordar, para os mais idosos, e aprender, para os mais novos, como se fez a história da nossa terra na vertente dos meios de auxílio para se atingir os níveis de desenvolvimento e progresso das pescas. Este acervo justifica a sua permanência no Museu de Peniche, onde espero lhe seja destinado um lugar de destaque, naturalmente com o consentimento do seu proprietário, a quem felicito pelo interesse, infelizmente pouco vulgar, em manter preservada esta riqueza. Ao Francisco Germano um abraço pela carolice ao Estêvão Alexandre Henriques um sincero agradecimento de um penicheiro que vê concretizar-se um trabalho de preservação das coisas da sua terra.

PRAZER SILENCIOSO!

O anoitecer da nossa ilha são momentos de prazer silencioso!

Cartão de Visita do Facebook