TROCA A SER PROPOSTA

Sanitário Público
 
Zona de encosto do murro com a muralha
 
Parte do muro que invade a via pública
 
O muro na zona de acesso à Capitania
 
A vista do lado da 13 de Infantaria

Em 08 de Dezembro de 2007 integrava aqui, então englobado numa outra sugestão, a possibilidade de demolição do ineficiente e inestético sanitário público integrado no jardim da cidade, transferindo-o para um novo espaço a criar após a demolição parcial de um muro suporte de terras, contíguo à muralha e no local de acesso à Capitania. Depois de apreciadas as fotos, que publico, constata-se que o muro a que me refiro está construído de forma separada da muralha, que a sua demolição até ao portão de acesso à Capitania permitia a regularização da via, se criava um espaço de desafogo e permitia que o novo sanitário público fosse construído, de forma subterrânea, sob a parte que restaria do baluarte. Como parece que o grande problema da nossa cidade é mexer na “muralha sagrada”, talvez que o argumento da desafectação da muralha relativamente ao actual sanitário, pudesse servir de moeda de troca.

Comentários

  1. Caro João,
    Nestas alturas, para melhoramento de vida e...beleza, da nossa cidade, precisávamos de ter alguém como António da Conceição Bento. Mexer nas muralhas? Se fosse necessário, para melhorar Peniche, quem o travava? A prova, provada, estará na entrada de Peniche ( portões).
    UM SANTO NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE SAÚDE.
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Não era preciso ir mais longe. Era só pôr as dezenas de engenheiros que actualmente estão ao serviço da Câmara a trabalhar nesse projecto e assim Peniche ficava mais desafogada e menos mal cheirosa.

    ResponderEliminar
  3. Será necessário destruir o pouco que nos resta em prol do tão chamado desenvolvimento? O que seria de obidos se o Sr.Antonio C. Bento tivesse sido presidente do Municipio?
    Mudar os sanitarios sim talvez para junto da fonte boa?

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Respondendo ao Sr. Anónimo.
    Quando se fala de António da C.Bento, por ter mexido nas muralhas, ninguém está a querer dizer que as muralhas devem desaparecer. Falar nelas serve apenas para afirmar que ao Sr. Conceição Bento não haveria entraves, desde que fosse para melhorar Peniche. O caro anónimo, não se lembrará, porventura, da largura dos portões da entrada de Peniche, onde mal cabia uma carroça puxada pelos bois do Sr. Manuel Abegão ou do Cisco. Isto antes de haver a Av. da lota, onde havia uma grande praia e dunas enormes. Não foi por se ter mexido na entrada de Peniche que veio mal ao mundo ou que Peniche ficou descaracterizado. Mas, claro que cada um tem o sua opinião e todas são válidas.BOAS FESTAS

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.