IBM vai ajudar Faro a potenciar a Economia do Mar no concelho e região


"Faro vai ser a primeira cidade portuguesa a entrar no restrito grupo de cidades do Smarter Cities Challeng da IBM, que procura potenciar o desenvolvimento sustentável de núcleos urbanos em todo o mundo.
Um projecto ligado à economia do mar apresentado pelo município algarvio mereceu a confiança da multinacional, que vai trazer especialistas em diversas áreas à região para ajudar a dinamizar projectos públicos e empresariais neste sector  anunciaram a autarquia farense e a IBM Portugal numa Conferência de Imprensa conjunta que teve lugar hoje, terça-feira."

Afinal até há quem ajude a concretizar verdadeiros projectos de desenvolvimento local, como tenho vindo a preconizar que se realize na nossa cidade. É preciso, porém, é que os interessados se mobilizem no sentido de saber o que pretendem, através de ideias com pés e cabeça.

Para que possa inteirar-se do total noticiado, aqui fica o caminho:
http://portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=9873



NÃO SERÁ MUSEU MAS TEM O MESMO VALOR HISTÓRICO




                                                                                  
REABILITAÇÃO DO RESERVATÓRIO DE PENICHE DE CIMA

Elaboração do projecto de reabilitação do reservatório de Peniche de Cima, vulgarmente conhecido por “Filtro”, localizado no Porto da Areia Norte, sujeito a forte exposição marítima. Descrição sucinta do objecto do contrato: Estudos e Projectos- Reabilitação do Reservatório Elevado do “Filtro” Tipo de Contrato: Aquisição de Serviços Valor do preço base do procedimento 50000.00 EUR

Em 2010 este era o propósito, entretanto, porque não se trata de museu, nunca mais mexeu. Aguardemos que a moda mude, se antes não cair.

DEVOLUÇÕES DE PEIXE CAPTURADO CONTINUAM ESCANDALOSAMENTE




Em Portugal, a espécie mais atingida é o badejo (35% das capturas), estimando-se que em 2010 tenham sido devolvidas ao mar 32 toneladas, refere um documento da Comissão Europeia agora publicado. Os pescadores devolvem ao mar entre 10% a 60% do peixe capturado. O problema é que a maior parte desse peixe morre e acaba por não ser útil para ninguém.
O alerta é dado num documento agora divulgado pela Comissão Europeia, onde se dá conta de que as devoluções de pescado ao mar é prática corrente."

Criminosamente a situação mantém-se à vista de toda a gente e parece não haver coragem de tomar medidas. Os nossos vindouros já não serão capazes de julgar e condenar esta geração de criminosos.

Aqui ficam os caminhos para aprofundamento das notícias:
http://www.portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=9829
http://www.portosdeportugal.pt/sartigo/index.php?x=9830



BALEAL/SUL TEM BANDEIRA AZUL HÁ 25 ANOS


“Mais de uma dúzia de praias portuguesas foram  galardoadas consecutivamente com certificados internacionais de participação  no Programa Bandeira Azul nos últimos 25 anos, desde que foi hasteada a  primeira bandeira de qualidade ambiental das praias em Portugal.
A primeira bandeira azul nas praias portuguesas foi hasteada há 25 anos  na praia do Tamariz, no concelho de Cascais. Desde então, informou hoje  a Associação Bandeira Azul da Europa, 13 praias mantêm o certificado internacional,  que distingue a sua qualidade ambiental. 
Afife e Carreço (ambas em Viana do Castelo), Furadouro (Ovar), Costa  Nova e Barra (ambas em Ílhavo), Baleal-Sul (Peniche), Alvor Poente, Rocha  e Alvor Nascente (todas em Portimão), Galé Leste (Albufeira), Quinta do  Lago e Vale do Lobo (ambas em Loulé) e Barril - Três Irmãos (Tavira) têm  certificados internacionais de participação no Programa Bandeira Azul desde  1987.”

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2012/12/04/mais-de-uma-duzia-de-praias-portuguesas-distinguidas-consecutivamente-combandeira-azul-em-25-anos


Governo insatisfeito com volume de candidaturas a fundos comunitários do sector pesqueiro


"Peniche, 30 nov (Lusa) -- A ministra do Mar, Assunção Cristas, admitiu hoje em Peniche que os níveis de execução Programa Operacional da Pesca não satisfazem o Governo e desafiou as entidades do sector apresentarem candidaturas que permitam aproveitar melhor os apoios comunitários.
"O PROMAR (Programa Operacional da Pesca) tem garantidos os mínimos de execução, a nível nacional, mas isso não nos satisfaz e queremos que apareçam mais projectos para que possamos gastar bem todas as verbas que temos destinadas", afirmou a Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas.
O apelo para que "mais entidades públicas e privadas apresentem projectos com capacidade de execução" foi feito em Peniche onde a ministra tomou hoje conhecimento da "dinâmica" do Grupo de Acção Costeira do Oeste, entidade e que tem prevista a atribuição de 1,1 milhões de euros de investimento na região nos próximos dois anos."

NOTA - Não é com intervenções do tipo desenvolvido pelo Grupo de Acção Costeira do Oeste que se resolve a reanimação da actividade da pesca em Peniche. Precisamos de planear e propor a reestruturação  do sector em todos os aspectos e, volto a dizer, não são com remendos inúteis que vamos lá. 

PRAZER SILENCIOSO!

O anoitecer da nossa ilha são momentos de prazer silencioso!

Cartão de Visita do Facebook