O SONETO, A EMENDA E O DESMAZELO.




Já em tempo me pronunciei, como aqui se pode verificar, acerca deste nosso monumento e do seu aspecto reprovável.

Neste momento o dito aspecto já não é só reprovável mas condenável dada a alteração que lhe foi feita, colocando aquela mangueira velha à volta da chapa ferrugenta, num espírito louvável de evitar que alguém se possa magoar mas que, como é hábito dizer-se, a  emenda ficou pior que o soneto.

Senhor vereador(a) da cultura já é altura de se tomar uma posição sobre este mamarracho, bem como de todo aquele Campo da Torre.


1 comentário:

  1. Amigo João Avelar você está equivocado, aquilo não é um monumento. Conforme já declarei, por 3 vezes, a amigos que me visitaram que "aquilo" foi o resto de uma obra abandonada pelo empreiteiro por motivo de falência.

    ResponderEliminar

Este blogue não responde a comentários anónimos e apenas responde a perguntas dos comentadores.

PRAZER SILENCIOSO!

O anoitecer da nossa ilha são momentos de prazer silencioso!

Cartão de Visita do Facebook