PASMEM FILHOS DE PENICHE



Ao ver gente de Peniche a rejubilar com o que se vai passar na fortaleza no dia 27 de Abril causa-me nojo.

Independentemente da questão política, que cada um lhe dará o valor que a consciência, se a tiverem, lhes dita, enoja-me o facto de não ter visto, quase ninguém, a insurgir-se com o desaparecimento do Museu Municipal de Peniche.

Não admira, também há filhos que batem nas mães.

Comentários