Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2019

À VOLTA DA MINHA TERRA (5)

Imagem
(E a seguir ficamos com a Papôa à vista, uma jóia que merece a visita)
Esta série de imagens, são representativas do que se pode observar quando alguém se propõe dar a volta à nossa península.

O que se passa com a obra do IP 6?

Imagem
Aquilo que o comum cidadão e munícipe desta tão linda cidade sabe, é o que foi transcrito nas actas da Câmara.
A acta nº 47 de 05/11/2018, refere o seguinte: “Senhora Vereadora Cristina Leitão Perguntou se existia informação, atualizada, relativamente ao estado da obra para o IP6. O senhor Presidente da Câmara disse que as Infraestruturas de Portugal informaram que vão ter condições para começar a obra em janeiro de 2019.
A última acta da Câmara publicada data de 26 de Dezembro de 2018.
Pelas actas ainda não chegamos a Janeiro de 2019, porém, quando lá passamos, constatamos que o snr. Presidente foi aldrabado pelas Infraestruturas de Portugal, o que não é admiração nenhuma.
Será que foram adiadas para depois das eleições?

À VOLTA DA MINHA TERRA (4)

Imagem
(Da arriba do Forte da Luz para a Papôa)
Esta série de imagens, são representativas do que se pode observar quando alguém se propõe dar a volta à nossa península.

À VOLTA DA MINHA TERRA (3)

Imagem
(Chegados ao Forte a Luz, que apesar de abandonado merece a visita) 

Esta série de imagens, são representativas do que se pode observar quando alguém se propõe dar a volta à nossa península.

À VOLTA DA MINHA TERRA (2)

Imagem
(Praia do Quebrado com a arriba do Forte da Luz ao fundo)
Esta série de imagens, são representativas do que se pode observar quando alguém se propõe dar a volta à nossa península.

À VOLTA DA MINHA TERRA (1)

Imagem
(Praia do Quebrado, ao fundo a Praia da Cambôa)
Esta série de imagens, que hoje começo a publicar, são representativas do que se pode observar quando alguém se propõe dar a volta à nossa península,

ALVISSARAS POR UMA DAMA DE FERRO

Ouça e leia com atenção, compare com o que se passa algures e tire as suas ilações.

VENHA OUVIR UM BARCO DA CASA

Imagem
Como o cartaz diz tudo resta-me deixar-lhe o CONVITE Apareça que vai valer a pena.

Estamos na era estalinista?

Imagem
Quando me possibilitaram (actas com quatro meses de atraso) tomei conhecimento, lendo a acta nº 45/2018 de 29 de Outubro de 2018, que o senhor Presidente da Câmara havia feito uma proposta aos senhores vereadores, que representam quem os elegeu e, por isso lhe devem lealdade, respeito e clareza, uma proposta de que resultou a seguinte deliberação:
Deliberação n.º 1356/2018: Deliberado aprovar a proposta do senhor Presidente da Câmara, datada de 23 de Outubro de 2018, que a seguir se transcreve (a) e de que se arquiva cópia do original em pasta anexa ao livro de atas: (a)- esta transcrição não foi feita)
Por isso a leitura da acta, neste e noutros casos, sem esta transcrição é pura perda de tempo, porque o munícipe, que é quem paga e esta gente, fica sem saber nada do que se passou, como é seu direito e dever. Como há limites que não podemos deixar ultrapassar, sem nos sentirmos espezinhados por quem nos deve respeito, resolvi fazer um requerimento ao senhor presidente da Câmara, data…