Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2010

ENERGIA RENOVÁVEL A PARTIR DAS ONDAS

Imagem
A nossa esperança é que um dia possa acontecer, como terra voltada para o mar que somos, mas, ao que parece, a hipótese ainda está muito distante.
O protótipo, que foi construido ou montado em Peniche e rebocado com pompa e presença ministerial para o destino, está a jazer amarrado a um cais do porto de Viana do Castelo.

QUEM SALVA O SALVA-VIDAS!

Imagem
Foi em 1980 que a edilidade recuperou a embarcação «SALVA-VIDAS» que esteve instalada em Peniche de Cima e que, a dada altura, o Instituto de Socorros a Náufragos levou para Paço d' Arcos. A ideia era que a mesma viesse a integrar o museu de Peniche, na altura, em projecto. É pena que, há tantos anos, se mantenha a embarcação no estado que as imagens documentam, pois, para além da constante degradação a que está sujeita ela merece ser vista noutro ambiente, integrada no museu real, já que o sonho de a fazer voltar ao seu local de nascimento parece não se colocar porque, para isso, lá teríamos que acabar com a estância balnear de alguém.

AS RENDAS DE BILROS VÃO ÀS ESCOLAS

Imagem
Louvo a iniciativa do pelouro da cultura, de levar ao conhecimento da juventude o nosso principal artesanato, entendendo-a como uma tentativa de garantir o seu futuro.
Mas, não basta que se publicite e desperte entusiasmo nos presumíveis futuros executantes ou consumidores.
É preciso que a técnica da elaboração e concepção dos desenhos e respectivos piques seja preservada para os vindouros, o que não acontece no momento, se quisermos garantir qualidade e que este nosso artesanato continue a despertar o interesse que todos pretendemos.
É um desafio que se coloca à consideração da edilidade.

MARAVILHA NATURAL - A VOTAÇÃO COMEÇOU

Imagem
(Foto de Pinturas em Peniche)
Está em curso a votação para escolha das SETE MARAVILHAS NATURAISa nossa ilha consta das elegíveis pelo que espera pela tua participação.
Aqui segue o link para que possas colaborar:

http://www.7maravilhas.sapo.pt/#/pt/maravilhas-naturais/sistema-de-eleicao

O PLANO DE CICLOVIAS MUNICIPAIS

Imagem
Ao apreciar o plano de ciclovias elaborado pela Câmara Municipal entendo-o como uma forma geral de regular o trânsito de maneira a tornar possível a coexistência de todo o tipo de veículos, incluindo as bicicletas, de forma segura.
Esta segurança vai ao ponto de, em certos percursos, serem criados caminhos exclusivos para bicicletas.
Esta nova situação não tem nada a ver com aquela que, neste momento, se pratica entre a rotunda da Nª Sª da Boa Viagem e o Baleal ou no Parque da Cidade, em que as bicicletas que ali transitam são usadas na prática de exercício físico comparável com o de simples caminhar, sujeitando-se, por isso, aos inconvenientes da coexistência.
Considero, portanto, que os caminhos para peões existentes, entre Peniche/Baleal e Baleal/Ferrel, bem como os do Parque da Cidade, devem continuar a ter as características actuais e não ficarem incluídos no Plano de Ciclovias previsto.