O MARAVILHOSO MISTÉRIO QUE NOS RODEIA


A Rosa

O vórtice da tempestade polar norte de Saturno se assemelha a uma enorme rosa vermelha de proporções gigantes cercada por folhagem verde nesta imagem em falsa cor da sonda Cassini da NASA. As medições do olho têm tamanho em um escalonamento 1.250 milhas (2.000 quilômetros) em com velocidades tão rápidas quanto 330 milhas por hora (150 metros por segundo). Esta imagem é uma das primeiras vistas iluminadas de pólo norte de Saturno captada por câmeras de imagem da Cassini. Quando a sonda chegou ao sistema de Saturno em 2004, era inverno do norte e o pólo norte estava na escuridão. Pólo norte de Saturno foi fotografada sob a luz solar através da NASA Voyager 2 em 1981, no entanto, a geometria de observação não permitia vistas detalhadas dos pólos. Consequentemente, não se sabe por quanto tempo esse recém-descoberto furacão norte-polar tem estado ativo. As imagens foram tiradas com a nave espacial câmera de ângulo estreito da Cassini em 27 de novembro de 2012, usando uma combinação de filtros espectrais sensíveis a comprimentos de onda de quase luz infravermelha. As imagens filtradas em 890 nanômetros são projetadas como azul. As imagens filtradas em 728 nanômetros são projetadas como verde e imagens filtradas em 752 nanômetros são projetadas em vermelho. Neste esquema, o vermelho indica nuvens baixas e verde indica altas. A visão foi adquirida a uma distância de cerca de 261 mil milhas (419 mil quilômetros) de Saturno e com um sol-Saturn-nave espacial, ou fase, ângulo de 94 graus. Escala da imagem é de 1 milha (2 km) por pixel. A missão Cassini-Huygens é um projeto cooperativo da Nasa, da Agência Espacial Europeia ea Agência Espacial Italiana. Jet Propulsion Laboratory da NASA, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena, administra a missão para a Missão Direcção da NASA Ciência, Washington, DC A sonda Cassini e suas duas câmeras a bordo foram projetados, desenvolvidos e montados no JPL. O centro de operações de imagem é baseado no Instituto de Ciência Espacial em Boulder, Colorado Para mais informações sobre a missão Cassini-Huygens, visite: http://www.nasa.gov/cassini e http://saturn.jpl.nasa. gov . A página inicial da equipe de imagens da Cassini é a http://ciclops.org . Crédito da imagem: NASA / JPL-Caltech / SSI


ACTAS DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL


ATA N.º 4/2012
ATA DA SEGUNDA REUNIÃO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO MÊS DE ABRIL DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE PENICHE, REALIZADA NO DIA 27 DE ABRIL DE 2012:
Aos vinte sete dias do mês de abril do ano dois mil e doze, no Auditório do Edifício Cultural do Município de Peniche, pelas vinte e uma horas e trinta minutos” etc. etc.

Quando um cidadão do nosso município pretende consultar o que se passou em determinada assembleia municipal vai, naturalmente, ao sítio do nosso município e encontra disponível a acta cujo início acima se reproduz.

Significa isto dizer que daqui a um ano vamos conhecer o que se passou na última assembleia.

Também é verdade que não temos nada a ver com a vida dos outros!!!!!


Peixe estava desde sempre no menu de dinossauro voador


ScienceDaily: Sua fonte para as últimas notícias da investigação e das descobertas científicas - atualizado diariamente

“Um estudante de pós-graduação em paleontologia Scott Pessoas diz que nova prova de habilidade de caça de Microrapator veio de restos fossilizados na China. "Ficamos muito felizes que este Microraptor tenha sido encontrado em cinza vulcânica e seu conteúdo estomacal de peixes foi facilmente identificado".
Antes disso, os paleontólogos acreditavam que os microraptores eram do tamanho de um falcão moderno, vivia em árvores, onde eles atacavam exclusivamente pequenas aves e mamíferos do tamanho de esquilos.
"Agora sabemos que o Microraptor operava em terreno variado e tinha uma dieta variada", disse Pessoas."Ele se aproveitou de uma variedade de presas no ambiente molhado, florestal que foi a China, durante o período cretáceo, 120 milhões de anos atrás."
Uma análise mais aprofundada do fóssil revelou que seus dentes foram adaptados à captura escorregadia de peixes.
Pesquisadores de dinossauros têm demonstrado que a maioria dos comedores de carne tinha dentes com serrilhas em ambos os lados que, como uma faca ajudou o predador a cortar a carne.
Mas os dentes do Microraptor são serrilhadas em apenas um lado e os seus dentes são inclinadas para a frente.
"Microraptor parece adaptado para prender os peixes em seus dentes. Com serrilhas reduzidas a presa não se desfazer enquanto ele lutava", disse Pessoas.
 "Microraptor poderia simplesmente levantar a cabeça para trás, o peixe iria escorregar dos dentes e ser engolido inteiro, sem barulho nenhum muss"
Configuração da asa compara o Microraptor a um biplano. "Ele tinha longas penas em seus braços, pernas traseiras e cauda", disse Pessoas. "Era capaz de vôos curtos e controlados".
Esta é a primeira evidência de uma ave de rapina voando, um membro da família dromeossauro de dinossauros que atacam, com sucesso, peixes.”

Digo eu:
Pelo aspecto parece um percursor do nosso CORVO MARINHO (GALHETA).


A PROPÓSITO DE MONUMENTO EVOCATIVO!




Não será altura da Câmara Municipal erigir um monumento evocativo da memória de todos os pescadores que perderam a vida no mar labutando pelo progresso da terra que, tantas vezes, os esqueceu?
Não sei qual será a data indicada, mas sei que é mais natural e curial lembrar aqueles que, ao pé de nós, não são lembrados. 

Câmara de Peniche vai intervir na muralha da cidade para evitar uma derrocada





"10:54 Sexta feira, 12 de Abril de 2013 |
(Lusa) -- O presidente da Câmara de Peniche anunciou hoje que a autarquia se vai substituir ao Estado e avançar com uma intervenção urgente na muralha que circunda a cidade, para evitar uma eventual derrocada daquela estrutura classificada como monumento nacional.
"Vamo-nos substituir à administração central e fazer uma intervenção dentro das próximas três semanas com a reposição dos blocos em falta, com acompanhamento técnico da Direção-Geral do Património (DGP)", afirmou à agência Lusa António José Correia (CDU).
Na quinta-feira, técnicos e o subdiretor da DGP visitaram o local."
Nota- De pouco servirá a intervenção, se for feita, se não se tomarem previdências para que se retenha a areia nas praias da Cambôa e Quebrado. Como tem sido dito neste sítio é a falta de areia que permite a rebentação directa sobre a muralha e causa dos danos actuais.



MAIS UMA DESPROMOÇÃO DO NOSSO "HOSPITAL"


"A comissão de utentes das Caldas da Rainha  "Juntos pelo Nosso Hospital" informou que a proposta de reestruturação dos cuidados hospitalares da zona Oeste de Lisboa deverá indicar a manutenção das urgências cirúrgicas nas Caldas da Rainha e em Torres Vedras e que a urgência básica de Peniche "passará apenas a Serviço de Atendimento Permanente nos centros de saúde".

Pois é, nem outra coisa era de esperar uma vez que o snr. Carlos Sá, o coveiro oficializado do nosso "hospital" continuava como responsável pelo CHO. A nossa terra continua em plano inclinado para aquele lado, depois do equipamento do CENFIM, como o do nosso hospital, também ter seguido para as Caldas a Câmara que se ponha a pau e a Capitania não tarda que não esteja na Foz do Arelho.
Voltando à questão do hospital parece que sempre ficamos com uma vantagem, é que, como o hospital de Torres Vedras vai continuar com as urgências cirúrgicas, conseguimos encurtar o caminho para Lisboa.

PESCA EXCESSIVA - Desafios e soluções


Este tema não esgota facilmente e, por isso, aqui ficam mais declarações pela responsável europeia das pescas. Será oportuno e útil, para todos nós, se os responsáveis pelo sector, na nossa terra, não perderem de vista o que aqui fica dito.Talvez seja tempo de olharmos para o que é, verdadeiramente, importante.

O que abaixo reproduzimos foi extraído da News Letter 780 de Portos de Portugal:

"Alguns denunciam a pilhagem dos oceanos que leva algumas espécies à beira da extinção. Será possível conciliar os interesses da indústria com as preocupações ambientais? E que dizer da qualidade e segurança do peixe que consumimos? Para responder a estas questões falámos com a Comissária Europeia dos Assuntos Marítimos e das Pescas, Maria Damanaki.
De acordo com a Comissária, “é essencial assegurar que o que tiramos do mar não ameaça as reservas de forma a que estas se consigam reproduzir”. Maria Damanaki defende que “se a reforma da política comum das pescas for implementada, as perspectivas são boas porque após 2022 a maior parte das reservas serão pescadas de forma sustentável. Isto significa que existirão quase mais 30% de postos de trabalho neste sector e os rendimentos dos pescadores aumentarão 24%.”
E quanto à segurança alimentar? Para Maria Damanaki, o primeiro passo é a rotulagem. Para a comissária é essencial que “cada peixe em cada supermercado na Europa tenha um rótulo que identifique se é fresco ou congelado e quando foi pescado”.
Em paralelo, a aquacultura apresenta possibilidades que poderão aliviar as pressões sobre as reservas piscícolas no mar."
Veja uma entrevista em vídeo no caminho abaixo:




A ANÉMONA EM USO CULINÁRIO


Science News


05 de Abril de 2013 - Pesquisadores do Granada conseguiram produzir pela primeira vez em cativeiro um animal marinho conhecido como a anémona snakelocks, (Anemonia sulcata), e também começaram a criação de uma espécie de pepino do mar (Sticophus regalis), embora este processo ainda esteja em seus estágios iniciais. Ambas as espécies têm potencial culinário grande e possuem excelentes propriedades nutricionais. 

BOMBEIROS DE PENICHE EM PEREGRINAÇÃO A FÁTIMA


Os Bombeiros Voluntários de Peniche iniciaram, no passado dia 15 de Março, aquela que foi a sua primeira Peregrinação a Fátima a pé. Na partida eram notórios o entusiasmo e a vontade de chegar de todos os participantes. Entre caminheiros e equipa de apoio, no total a peregrinação contou com 31 pessoas, 27 das quais caminheiros. A peregrinação contou ainda com o apoio dos Bombeiros Voluntários de Óbidos e de Alcobaça, tendo decorrido entre os dias 15 e 17 de Março, em três etapas: Peniche a Óbidos, Óbidos a Alcobaça e por último, Alcobaça a Fátima.
Terminados os cerca de 100 quilómetros que separam Peniche de Fátima, a chegada ao Santuário foi tempo de reencontro com familiares e amigos e reencontro com Nossa Senhora de Fátima. No regresso ficou a vontade e promessa de voltar.


Notícia inserida no jornal da Liga dos Bombeiros Portugueses



PRAZER SILENCIOSO!

O anoitecer da nossa ilha são momentos de prazer silencioso!

Cartão de Visita do Facebook