Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2019

PENICHE e o Plano Director Municipal

Imagem
À atenção do arquitecto responsável pela sua revisão e dos políticos com actuais responsabilidades no mesmo.
O argumento mais válido e utilizado na luta contra a construção da central nuclear em Ferrel foi a nossa proximidade de uma falha sísmica, portanto, ao pensar o nosso plano director não nos podemos alhear desta realidade.
Também a nossa situação geográfica, referindo-me, agora, à península onde está instalada a cidade, tem fragilidades especiais, que temos que considerar, pois o tal tômbolo de Peniche, se o leitor quiser identificar-se com a palavra tômbolo deve clicar “aqui”, é uma peça que todos devemos considerar nas sugestões que queiramos fazer em colaboração com os ditos responsáveis por esta revisão.
Ainda ligado a esta problemática devemos considerar a existência da barragem de S. Domingos, que poderá ser uma bomba relógio com os seus milhões de quilolitros de água suportados pelo seu dique.
Tudo isto sugere que a zona mais vulnerável do nosso concelho é o istmo (tômbol…

PARA QUE SERVEM AS ACTAS DA CÂMARA?

Imagem
Acta nº 53 de 17 de Dezembro de 2018 22) Candidatura “Reabilitação do Edifício da Antiga Central Elétrica” – Pelouro dos Fundos Comunitários: ---------------------------------------------------------------------------------------------------Deliberação n.º 1553/2018: Deliberado aprovar a proposta da senhora Vereadora Ana Rita Petinga, datada de 12 de dezembro de 2018, que a seguir se transcreve e de que se arquiva cópia do original em pasta anexa ao livro de atas:------------------------------------------------------------ «Considerando a informação do Gabinete de Planeamento Estratégico, Estudos e Projetos, datada de 12 de dezembro de 2018, em anexo, proponho que a Câmara Municipal, no uso da competência prevista na alínea r) do n.º 1 do artigo 33.º do Anexo I, da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, aprove a submissão da candidatura "Reabilitação do Edifício da Antiga Central Elétrica".» O senhor Vereador Rogério Cação não esteve presente na sala de sessões durante a aprecia…

OS VENDILHÕES NO TEMPLO

Imagem
Quando JESUS os correu do templo fê-lo porque considerou que aqueles intrusos estavam a desvirtuar os objectivos a que o mesmo se destinava, porque o templo era posse de alguém que nele homenageava a palavra de Deus.
A nossa fortaleza é um equipamento de grande importância para Peniche, foi construída para garantir a paz de uma população e de um país, tendo, por isso, objectivos precisos.
A dada altura da sua vida houve alguém, que hoje a generalidade das pessoas não tolera, que, abusiva e ditatorialmente, entendeu desvirtuar a sua utilização, diga-se de passagem, a exemplo do que outros já haviam feito, roubando à cidade de Peniche a posse daquele equipamento.
A dada altura, quis o destino, que se desse a libertação do templo e, a população de Peniche, respirou de alívio e tomou posse daquilo que sempre foi seu, renegando e desejando que não voltassem mais ditadores a tomar a posição dos anteriores.
E, ao longo de outros quarenta anos julgou que não haveria mais ditadores que lhe roubass…